Resultados da Pesquisa OD Metropolitana foram apresentados nesta quarta-feira (12) na Secid

Os resultados da Pesquisa Metropolitana de Origem Destino (OD Metropolitana) foram apresentados e entregues, nesta quarta-feira (12), para os representantes dos municípios que compõem a Região Metropolitana do Recife. O evento ocorreu no auditório da Secretaria das Cidades, no bairro da Iputinga, zona oeste da capital pernambucana. O secretário das Cidades, Francisco Papaléo; o diretor presidente do Grande Recife Consórcio de Transporte, Ruy Rocha; o diretor presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro; o secretário de Mobilidade e Controle Urbano do Recife, João Braga; o secretário de Planejamento Urbano do Recife, Antônio Alexandre; e o professor Maurício Pina, representando a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), fizeram parte da mesa de apresentação do evento.

A pesquisa é fruto do trabalho pioneiro realizado pelo Instituto da Cidade Pelópidas Silveira (ICPS), órgão técnico da Secretaria de Planejamento Urbano do Recife, que desenvolveu todo o sistema para que esse tipo de levantamento de dados pudesse ser feito por meio da internet. A iniciativa foi realizada por meio de parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Planejamento Urbano, através do ICPS, e da Secretaria das Cidades, por meio do Grande Recife Consórcio.

Em sua fala, o secretário das Cidades, Francisco Papaléo, agradeceu o envolvimento do instituto; do Grande Recife Consórcio de Transporte; dos integrantes do conselho de notáveis, instituído para acompanhar e analisar os dados obtidos, formado por César Cavalcanti, Maurício Pina, Fernando Jordão e Oswaldo de Lima Neto; da gestora de Comunicação da Secid, Alessandra Cavalcanti; ao Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE) e da Secretaria Estadual de Educação, que muito contribuiu para que as escolas participassem da pesquisa; além de todas as secretarias ligadas à área da mobilidade da RMR. “Importante a entrega dos cadernos com os resultados das pesquisa para os municípios. Com esse documento, já temos a parte mais importante para a elaboração nas cidades do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, que vai possibilitar acesso a um planejamento e também a verbas federais. Estamos aqui cumprindo um compromisso assumido pelo governador Paulo Câmara e pelo meu antecessor frente à Secretaria das Cidades, o deputado federal André de Paula, há quatro anos”, disse.

A Pesquisa OD é uma das principais ferramentas de trabalho dos órgãos gestores para que políticas públicas mais estruturadas possam ser realizadas com foco na mobilidade urbana. É por meio desses insumos que é possível melhorar a qualidade da mobilidade, invertendo prioridades, gerando mais segurança e promovendo a  sustentabilidade nos diversos modos de locomoção.

O coordenador da pesquisa, Sideney Schreiner, informou que a equipe técnica do ICPS realizou duas edições da pesquisa na nova metodologia. A primeira corresponde ao período de 2015/2016, sendo aplicada para fins comparativos em relação à segunda edição 2017/2018. O primeiro levantamento alcançou a participação de 84.220 pessoas e o segundo chegou a mais de 202 mil participações. A comparação das duas edições mostra que o ônibus continua sendo o principal meio de transporte utilizado no deslocamento para a capital, mas também confirma a crescente migração do transporte público para o carro e, principalmente, para a moto. “Conseguimos atingir o equivalente a 5,1% da população da região metropolitana, abordando 123 mil domicílios. Esses dados são superiores a qualquer outra pesquisa feita no Brasil”, disse em sua apresentação, onde mostrou informações sobre mobilidade reduzida, utilização de meios de transporte para o deslocamento ao trabalho e para atividades educacionais, acesso para saúde, horário de pico, tempo de deslocamento, segmentação por renda familiar e por gênero.

O professor da Universidade Federal de Pernambuco, Maurício Pina, integrante do conselho de notáveis, falou sobre a relevância da pesquisa. “Essa pesquisa é inovadora e possibilita que não precisemos aguardar tanto tempo para a realização da atualização dos dados, como já aconteceu no passado, e é uma forma de baixo custo. Como disse o escritor argentino Jorge Luis Borges, a vida é feita de momentos e estamos aqui vivendo um momento histórico para a melhoria do transporte na Região Metropolitana do Recife”, registrou.

Em continuidade à elaboração do Plano de Mobilidade Urbana do recife, O ICPS realizará um seminário técnico para discussão dos resultados da pesquisa pata o município do Recife. Esse seminário será realizado na quinta-feira da próxima semana, dia 20 de dezembro, às 14h, em local ainda a ser definido e divulgado pela coordenação do evento.